| Home | Imprensa |Contato | Mapa do Site |   


:: ABCE ::




III FOPASE alia qualidade de vida no trabalho à sustentabilidade das empresas


Por Luiz Carlos de Miranda Junior
Coordenador do III FOPASE e Gerente de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida da CPF Energia

Luiz Carlos de Miranda Junior

"A prevenção de acidentes a doenças, a par de sua vida vital contribuição para a preservação da integridade física dos trabalhadores..."

      ENTREVISTA

A prevenção de acidentes e doenças, a par de sua vital contribuição para a preservação da integridade física dos trabalhadores, passa a se constituir também em importante aliada da redução de custos (...)

Saúde, segurança e qualidade de vida são premissas da gestão responsável de qualquer empresa preocupada em manter um relacionamento maduro com seus empregados, a comunidade e demais stakeholders. Essa preocupação ganha dimensões especiais no setor elétrico, cuja matéria–prima, a eletricidade, representa ao mesmo tempo conforto e desenvolvimento, mas também risco para integridade física de trabalhadores e da comunidade.

Com enfoque nessa responsabilidade, o Sindicato da Indústria de Energia Elétrica no Estado de São Paulo (Siesp) promoveu, nos dias 13 e 14 de maio, o III FOPASE – Fórum Paulista de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho do Setor Elétrico. Essa terceira edição do FOPASE investiu na abordagem multidisciplinar dessas três premissas – prevenção de acidentes, saúde e qualidade de vida – que não podem mais ser encaradas como assuntos excludentes entre si. Não nessa era em que as empresas buscam ser reconhecidas pela sua responsabilidade social – aliás, outro tema trabalhado nesse fórum.

Gestão responsável da segurança gera resultados. Um exemplo são as mudanças no Seguro Acidente de Trabalho (SAT), abordadas neste FOPASE, e que constituem uma oportunidade de redução de custos para as empresas que investem seriamente na prevenção de acidentes e promoção da saúde. Essa oportunidade já se manifesta para o setor elétrico desde 2007, quando a análise da sinistralidade do setor e da utilização dos recursos da Previdência Social levou à redução de 3% para 2% da alíquota do SAT sobre a folha de pagamento.

Ou seja, a prevenção de acidentes e doenças, a par de sua vital contribuição para a preservação da integridade física dos trabalhadores, passa a se constituir também em importante aliada da redução de custos, primordial para a sobrevivência das empresas em mercados cada vez mais competitivos.

Segurança, qualidade de vida e redução de custos também foram o mote da palestra sobre gestão de frota e direção defensiva no trânsito. As instalações do setor elétrico nas vias públicas do país determinam o deslocamento diário dos eletricistas para trabalhos de manutenção e reparo da rede elétrica e, portanto, a exposição cotidiana aos riscos do trânsito.

Dentro da proposta da gestão responsável, o FOPASE não poderia ignorar aquele que segue como um dos desafios não só do setor elétrico mas de várias empresas que executam atividades de risco: a inserção de pessoas com deficiência em seus quadros de pessoal, em cumprimento à legislação de cotas de contratação nas companhias com mais de 100 funcionários.

Tão importante como saber o impacto que as ações de segurança do trabalho e inclusão social têm sobre as empresas é saber avaliar os benefícios da boa liderança e de um programa eficaz de combate ao estresse para o principal ativo de uma organização – ou seja, as pessoas que trabalham nela.

Todos esses assuntos estiveram na pauta deste FOPASE, convergindo para o principal objetivo desta iniciativa do Siesp: a troca de experiências entre as empresas, o aprimoramento da prevenção de acidentes, a promoção da saúde e da qualidade de vida e o fortalecimento da gestão responsável no setor elétrico.

Luiz Carlos de Miranda Junior é coordenador do III FOPASE e gerente de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida da CPFL Energia

Edição:
MMA Comunicação de Negócios
Maria Angela Jabur
angelajabur@abce.org.br


 

Entrevistas / Artigos Anteriores

 

 


[ topo ]

© ABCE - Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica - 2007/2019 - Todos os direitos reservados.